Instituto Equipav seleciona projetos culturais e esportivos para 2018

IMAGEM
Em setembro o Instituto Equipav tornou pública a abertura de editais para definição de projetos culturais e esportivos a serem executados em 2018, sob o incentivo da Lei Rouanet e a Lei de Incentivo ao Esporte. Muitas propostas foram enviadas e os projetos já foram selecionados.

Na Lei de incentivo ao Esporte, o Instituto irá apoiar o proponente Instituto Tênis. O projeto Tênis Socioeducativo, visa a disseminação da prática do tênis pelos municípios como meio para o desenvolvimento de valores cidadãos, a melhora do desempenho escolar, a disseminação e a valorização da cultura do tênis no Brasil, um dos esportes individuais mais praticados no país. O projeto irá acontecer em municípios de estados como Espírito Santo e Rio de Janeiro.

Já pela Lei Rouanet foram dois proponentes selecionados: a Horizonte – Educação e Cultura que será responsável pelo projeto: Trilha da Cultura; e a proponente Brazucah Produções que será responsável por dois projetos: o Cine Autorama e o CineSolar.

O projeto Trilha da Cultura da Horizonte, consiste na distribuição de kits culturais (coletânea de reportagens sobre temas ambientais) para os alunos trabalharem junto com os professores a questão do meio ambiente e o bem-estar das comunidades. Os professores receberão uma oficina de formação e um guia de atividades para conduzir as atividades na qual os alunos se organizam em grupo, identificam o problema, investigam, debatem, interpretam e produzem as possíveis soluções. Após esse estudo em sala de aula, uma pessoa da Horizonte vai mediar e auxiliar na apresentação do que cada professor e os respectivos alunos fizeram no andamento do projeto.

O projeto Cine Autorama da Brazucah Produções, é um projeto de cinema ao ar livre que retoma o modelo de exibição dos charmosos Drive-ins das décadas de 40 e 50 – exibições ao ar livre, onde as pessoas assistiam aos filmes no conforto dos seus carros ou sentavam no chão como um piquenique.

Será fornecido pipoca e o projeto será realizado em 10 cidades diferentes. Ao todo serão 20 sessões e os filmes abordarão questões sobre os recursos hídricos e temas ambientais e depois da exibição haverá discussão com os espectadores.

Já o projeto Cinesolarzinho é o primeiro cinema móvel do Brasil que funciona através da energia do sol instalada na estrutura de uma van. Como diferencial, o projeto contará com uma programação de curtas-metragens brasileiros voltados para o público infanto-juvenil e com a temática do saneamento básico, preservação das águas e do meio ambiente. A infraestrutura será adaptada para crianças na faixa etária de 3 a 8 anos para cadeirantes e contará com um apresentador/animador com experiência em interação com crianças. O projeto irá percorrer mais de 20 municípios e contará com 2 sessões de cinema por dia de apresentação.

Acompanhe mais informações pelo nosso canal no facebook.