Sinop recebe pela primeira vez a virada Sustentável

FOTO

No início de outubro ocorreu a 1ª edição da Virada Sustentável em Sinop.

O evento teve patrocínio da Nascentes do Xingu, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, apoio do Instituto Equipav e produção cultural da 3 Apitos.

Considerado o maior festival de mobilização e educação para a sustentabilidade do país, envolveu cocriação, articulação e participação direta de organizações da sociedade civil, escolas e universidades, empresas, coletivos e movimentos sociais. Teve sua primeira edição realizada em 2011, em São Paulo, e desde então vem ampliando seu escopo de atuação, promovendo edições em cidades como, Manaus, Salvador, Porto Alegre e Rio de Janeiro e agora Sinop.

Em Sinop, apresentou, à comunidade, uma série de atividades culturais, shows, apresentações, oficinas, rodas de conversa, apresentação de mágica, circo, teatro e até aulas de meditação e crossfit.

Segundo Lineu Machado, gerente da Águas de Sinop, a virada vai de encontro com a essência da empresa que é a sustentabilidade.

“Ações como a virada reforçam o nosso conceito, e nós das Águas de Sinop, por meio da holding Nascentes do Xingú, estamos orgulhosos por estar promovendo esse evento e participando também com apresentações”, declarou Lineu à assessoria da prefeitura de Sinop.

Pela primeira vez no Centro-Oeste brasileiro, o evento apresentou projetos que exploram o conceito sustentabilidade a partir de alguns dos 17 objetivos do Desenvolvimento Sustentável instituídos pela Organização das Nações Unidas (ONU).

“Saio daqui com uma certeza de saldo extremamente positivo e com o coração preenchido com o que rolou aqui, as mobilizações”, apontou Guilherme Mello à assessoria da prefeitura de Sinop.

“A Virada é um evento que está nascendo em Sinop e, por ser o primeiro, tivemos uma alta performance da organização, dos participantes, pessoas preocupadas com a sustentabilidade. Enquanto prefeitura, desejamos que Sinop entre no calendário da Virada Sustentável no Brasil”, avaliou o diretor de Cultura de Sinop Daniel Coutinho.